Menu principal
 

Mepec reforça caráter transformador do tripé ensino, pesquisa e extensão

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

IMG_E7895Com uma programação diversificada, a Mostra de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cidadania (Mepec) 2018 cumpriu seu papel enquanto espaço de compartilhamento de atividades extensionistas, de ensino e de pesquisa desenvolvidas por estudantes de cursos de ensino médio/técnico e superior e por servidores. Foram 41 projetos, dos quais 30 apresentados em formato de pôster; 11 comunicações orais, e 14 oficinas; além de diversas apresentações culturais.

Enquanto nas salas de aula e na quadra de esportes os inscritos nas oficinas partiam para a prática, no hall, o lado artístico dos estudantes era exibido em apresentações de música, teatro e dança. Já nos corredores, reverberavam as vozes daqueles que apresentavam trabalhos em banners científicos, com temas que iam da sustentabilidade à robótica. Esse conjunto de ações multidisciplinares revela o caráter transformador do ensino, da pesquisa e da extensão.

Muitos dos projetos apresentados na Mepec fazem parte da disciplina Projeto Integrador, que tem a função de unir os conhecimentos técnicos já ministrados e aplicá-los à prática. Um desses projetos é o Girassol Tecnológico, desenvolvido pelos estudantes do técnico de Eletromecânica integrado ao ensino médio Ana Tozatti, Otto Gramkow, Gabriel Ternes, Sérgio Filho e Joyce Moser. Sob orientação do professor Damian Larsen Bog, eles desenvolveram um protótipo de painel fotovoltaico, que gera energia elétrica por meio da luz solar. 2

A equipe utilizou placa de metal, sensores, fonte externa, motor, bateria e o Arduino – uma plataforma de prototipagem eletrônica, que faz com que a placa fotovoltaica se mova durante o dia, seguindo o movimento do sol, como faz um girassol. “Três sensores de luminosidade foram posicionados no aparelho, para que a luz pudesse ser seguida, fazendo com que a placa fotovoltaica receba uma maior incidência de luz solar para transformar em energia”, descrevem os estudantes, que têm entre 16 e 17 anos.

O coordenador de pesquisa, pós-graduação e inovação do campus, Ríad Mattos Nassiffe, lembra que um dos objetivos da Mepec é justamente o de contribuir para a formação de cidadãos críticos, comprometidos com a ciência e tecnologia, oportunizando a integração entre a comunidade e o meio acadêmico, tecnológico e cultural. “É durante a mostra que os estudantes têm oportunidade de apresentarem os trabalhos desenvolvidos no campus, mostrando para a sociedade o resultado do investimento na educação pública”, salientou.

Abertura

IMG_7757 (2) A solenidade de abertura do evento ocorreu no dia 27/09, às 9h, e contou com a presença da diretora-geral, Marilane Paim, do diretor de administração e planejamento, Patric Griseli, do pró-reitor de pesquisa, pós-graduação e inovação do IFC, Cladecir Schenkel, do pró-reitor de extensão, Fernando José Garbuio; e dos coordenadores de pesquisa e extensão do campus, Ríad Nassiffe e Péricles Rocha, respectivamente.

Semanas acadêmicas

A Mepec marca também o início das semanas acadêmicas. A III Semana Acadêmica do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (TADS) ocorreu paralelamente ao evento. Já as semanas acadêmicas da Engenharia Elétrica e da Pedagogia estão marcadas para as primeiras semanas de outubro.

Confira alguns registros do evento:

IMG_E7860 IMG_E7855 IMG_E7858

IMG_E7915 IMG_7818 IMG_E7880

16 15 19

3 2 1

9  IMG_E7861 IMG_E7859

20 IMG_E7895 IMG_E7884

IMG_7923 IMG_7851 IMG_7846

9 6 5

  IMG_E7856 21 DSC_0033

 IMG_E7930 IMG_E7891IMG_7923

******

Texto/Fotos: Gisele Silveira | Jornalista – JP 4506/SC | Cecom/Campus Blumenau.

Print Friendly