Menu principal
 

Aluno do campus se classifica para Olimpíada Brasileira de Química

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Vitor_2O aluno Victor Henrique D’avila, do terceirão do curso técnico de Eletromecânica integrado ao ensino médio, é o primeiro aluno do Campus Blumenau classificado para uma Olimpíada Brasileira de Química (OBQ). Victor ficou entre os 40 melhores classificados na Olimpíada Catarinense de Química (OCQ) em 2018, o que o levou a OBQ 2019.

A prova da terceira fase da olimpíada brasileira está marcada para 24 de agosto, em Joinville. Se Victor se destacar nesta fase, ele receberá premiação (medalha ou menção honrosa) e poderá se classificar para as etapas internacionais.

Victor conta que no ensino fundamental não teve muita base para a disciplina de Química. “Por isso, ao iniciar o ensino médio no IFC, senti que era uma matéria que precisava focar mais. Então, comecei a estudar, e com o incetivo do campus, participei da Olimpíada Catarinense de Química. A boa colocação me classificou para a nacional”, relata.

O professor de Química Helvio Silvester Andrade de Sousa foi quem deu início a participação do Campus Blumenau nas Olimpíadas de Química, já que a fase I da primeira etapa deve ser organizada pela escola do aluno. “Como ainda era uma novidade a participação deles, não esperava que tão logo teríamos estudantes tão bem classificados”, comemora.

Campus aplicará prova da fase I da Olimpíada Catarinense de Química em agosto

De dia 26 a 30 de agosto, o campus aplicará a prova 2019 da fase I da Olimpíada Catarinense de Química. A prova é dividida nas modalidades A, B e C, que é voltada, respectivamente, ao 1, 2º e 3º anos. Os alunos que alcançarem nota igual ou maior que 6,0 serão classificados para a fase II. Os 40 alunos melhores classificados das modalidades “A” e “B” da fase II no Estado são automaticamente inscritos na Olimpíada Brasileira de Química (OBQ), que ocorrerá em agosto de 2020.

Sobre a OBQ

A Olimpíada Brasileira de Química (OBQ) é uma atividade promovida pela Associação Brasileira de Química e coordenada anualmente pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Universidade Estadual do Ceará (UECE), por meio de suas Pró-Reitorias de Extensão. A OBQ é composta de duas etapas.

A primeira etapa é composta da fase I (organizada pela escola do aluno); fase II, (denominada de Olimpíada Estadual); e fase III (correspondente à prova teórica em nível nacional). A primeira etapa se encerra no mês de novembro do ano em que ocorre a fase III da Olimpíada, com a premiação dos estudantes mais destacados.

A segunda etapa tem por objetivo selecionar os estudantes que representarão o Brasil na Olimpíada Internacional de Química (IChO) e na Olimpíada Ibero-Americana de Química (OIAQ).

******

Texto/Foto: Gisele Silveira | Jornalista – JP 4506/SC | Cecom/Campus Blumenau

Print Friendly